Domingo II do Tempo Comum(Admissão dos catecúmenos)

“A música é por excelência a arte da unidade na diversidade. Um tambor não é um violino e um soprano não é um tenor, e, mesmo dentro dos sopranos, cada um tem um timbre próprio. Todavia, a beleza consiste em que cada um manifeste os dons do Espírito para o bem comum. Sendo dóceis, o Espírito Santo realizará em nós a dupla missão de nos tornar todos diferentes nos diversos dons e todos unidos num único louvor.”   In Arquidiocese de Braga

Cânticos para o Domingo II do Tempo Comum – Ano C (liturgia)

Trazer:

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.