Terço de 16 de Maio

Ordem das musicas para a recitação do terço desta quinta-feira, dia 16 de Maio ás 21h:

Domingo de Pentecostes

“Somos enviados tal como o Pai enviou o Seu Filho muito amado e unimo-nos assim à missão de Jesus para que o rosto de misericórdia e perdão do Pai continue a brilhar no mundo. Jesus envia os discípulos mostrando-lhes as mãos e o lado, confiando-lhes a missão de perdoar os pecados. Perdoar é dar através das feridas recebidas, é fazer do mal sofrido uma oportunidade para o amor e a reconciliação, é criar paz com uma superabundância de amor que vence o ódio e a violência sofridos.

Unido ao Espírito Santo, o perdão é um acontecimento muito mais escatológico do que ético, porque nos faz participar no aqui e agora do tempo e da história da comunhão e da paz que se viverá em plenitude no céu. Vinde Espírito Santo! Vinde e rasgai horizontes de esperança e tornai-nos anunciadores da nova civilização do amor para que o mundo possa ser esse lugar que Deus sonhou para nós.”         in Voz Portucalense

ATENÇÂO: O ensaio será na 5º feira ás 21h45, depois da recitação do terço.

Cânticos para o Domingo de Pentecostes – Ano B (liturgia)

Trazer:

Baptismo do Isaac

Fomos convidados para cantar na celebração do Baptismo do menino Isaac no dia 11 de Maio, sábado, pelas 11h30. O ensaio será realizado na 6º feira, dia 10 de Maio, após o ensaio para a liturgia dominical.

Cânticos para o Baptizado do Isaac 

Solenidade da Ascensão do Senhor

“O Salmo deste Domingo convida-nos a entoar cheios de alegria «Ergue-Se Deus, o Senhor, em júbilo e ao som da trombeta». Parece paradoxal rejubilar e exultar porque vemos o Senhor partir. Contudo, bem sabemos que a ascensão do Senhor não é uma fuga nem um abandono porque os homens e mulheres não acolheram a Sua mensagem. A ascensão do Senhor atesta a verdade da Ressurreição e faz-nos compreender que Jesus vive agora na glória do Pai, revelando assim o sentido pleno da Páscoa como entrada no Reino dos Céus e como participação da vida nova e eterna que só Jesus e o Seu amor nos podem oferecer.”   in Voz Portucalense

ATENÇÂO: 6ºfeira o ensaio será ás 21h45, devido à recitação do terço.

Cânticos para a Solenidade da Ascensão do Senhor – Ano B (liturgia)

Trazer:

Domingo VI da Páscoa

“A amizade é a fonte que completa a nossa alegria. A isso nos chama Jesus: à amizade com Ele. Seremos amigos de Jesus se fizermos o que nos manda. Seremos eternamente alegres se cumprirmos o seu mandamento. Mas qual é o seu mandamento? É o mandamento do amor, se nos amarmos uns aos outros, se amarmos como Jesus nos amou. Ou seja, doando-nos todos os dias, por Jesus, na amizade que Ele nos tem, pelos gestos que cultivarmos na vida dos nossos contemporâneos. Assim, seremos alegres no amor e amigos para a vida. A amizade faz-se de dia para dia, com gestos simples, silêncios acolhedores, palavras sábias em dias tortuosos. Já não somos servos, mas amigos! Jesus, o amigo da vida, quer caminhar com as nossas alegrias, porque a sua alegria é a nossa alegria. A alegria é um sintoma de que estamos a caminhar bem. E, hoje, Dia da Mãe, alegremo-nos, também, por todas as mães do mundo.”   in  Arquidiocese de Braga

ATENÇÂO: 6ºfeira o ensaio será ás 22h, devido à recitação do terço.

Cânticos para o VI Domingo da Páscoa – Ano B (liturgia)

Trazer:

Solenidade – Memória de São José Operário

Cânticos para a Missa Solene em Honra do Padroeiro da Paróquia da Baixa da Banheira – S. José Operário (liturgia)

O ensaio será realizado no dia 26 de Julho, a seguir ao ensaio para a liturgia do V Domingo da Páscoa.

Domingo V da Páscoa

“A Eucaristia prova que Deus não nos ama só com palavras e com a língua, mas com obras e em verdade. À proclamação do amor, Deus associa o concreto do dom: “Deus amou de tal maneira o mundo que lhe deu o Seu Filho muito amado”. A seiva que corre na vinha do Senhor que é a Igreja não é apenas a da Palavra da Vida, mas também a do Pão da Vida, porque “quem observa os Seus mandamentos permanece em Deus e Deus nele”, assim como “quem come a Carne e bebe o Sangue de Cristo permanece nele”. O Espírito Santo é o selo desta união profunda da Palavra e das Obras de Deus. Ele é quem fala pelos profetas e desencadeia a Palavra do testemunho eclesial e é por Ele que o pão e o vinho se tornam Corpo e Sangue de Cristo.”    in  Arquidiocese de Braga

Cânticos para o V Domingo da Páscoa – Ano B (liturgia)

Trazer:

Arraial São José Operário

Será realizado um Arraial no dia 1 de maio, no largo da Igreja da Baixa da Banheira, para festejar o dia de São José Operário – Padroeiro da nossa paróquia.

Nota Histórica

“São José, o operário, que, como carpinteiro de Nazaré, ajudou com o seu trabalho Maria e José e iniciou o Filho de Deus no trabalho humano. Por isso, neste dia em que se celebra a festa do trabalho em muitas terras, os trabalhadores cristãos veneram são José, como seu exemplo e protector.”   in  Secretariado Nacional da Liturgia

Os grupos da Catequese, jovens, escuteiros e toda a pastoral da igreja está envolvida na sua organização juntamente com o Pároco.

Haverá diversas barraquinhas de comes e bebes, quermesse, artesanato e actuação dos diversos grupos da catequese.

Toda a comunidade da Igreja e não só, estão convidados a participar neste evento.

Cartaz e Programa do Arraial

Domingo IV da Páscoa-Domingo do Bom Pastor

“O dia 21 de Abril, IV Domingo da Páscoa, é o Dia Mundial de Oração pelas Vocações e Domingo do Bom Pastor. Neste Domingo, as comunidades cristãs são convidadas a rezar pelas vocações, pedindo ao Senhor que cada homem e cada mulher, fazendo a experiência do infinito amor com que Deus os cumula, respondam afirmativamente ao chamamento que o Senhor lhes dirige.

Não se pode ser pastor de segunda a sexta, com folgas e feriados. Ser pastor implica uma disponibilidade e atenção constantes, uma ternura e desvelo que cuida, ama, conhece, nutre e protege.”         in Voz Portucalense

ATENÇÃO: O ensaio foi marcado para 5ºfeira, dia 18 de Abril.

Cânticos para o IV Domingo da Páscoa (Domingo do Bom Pastor e Dia Mundial da Oração pelas Vocações – Ano B (liturgia)

Trazer:

Domingo III da Páscoa

“As circunstâncias da vida ajudam-nos a repensar tudo: a perda do emprego, a instabilidade relacional nas famílias, a morte de pessoas queridas, a solidão, a viuvez e tantos outros momentos difíceis. Além de nos interrogarmos sobre o sentido da vida, também repensamos a nossa fé. É a partir da vida que nos encontramos com Jesus. É Ele que nos convida a sentar e a comer, a recuperar as forças, depois de tanto tempo de provação. Tantas vezes, nos evangelhos Jesus convida a comer à volta de uma mesa! E como Ele sabe que necessitamos de recuperar as forças, por causa do jugo da vida, convida-nos à ceia eucarística, a celebrá-la como seu memorial.”  in Secretariado Diocesano da Pastoral Litúrgica de Viseu

ATENÇÃO: O ensaio foi marcado para 5ºfeira, dia 11 de Abril.

Cânticos para o III Domingo da Páscoa – Ano B (liturgia)

Trazer:

Top